segunda-feira, março 20, 2006

Há coisas que nunca se pedem
por muito que se queira

Já sei que alguns vão pensar “que raio de música foste meter aqui”. E em conversas com algumas pessoas também tinha dito que era outra musica que ia meter, mas apeteceu-me por esta.

O fim de semana até correu bem, na medida do possível. Um rally paper em que fiquei em 5º lugar (sim, antes que perguntem, digo já que eram só 5 equipas) e várias conversas interessantes, com alguns bons amigos (discutindo das coisas mais variadas e algumas até inesperadas).
Serviu para confirmar o fim de uma obsessão, também. Talvez não o fim, mas a certeza que o fim dessa obsessão está muito, muito próximo. É bom estar com bons amigos, principalmente quando ficamos a saber que se pode falar de qualquer coisa, até de coisas que à partida estariam “proibidas”.


A música, da qual eu gosto muito… bem... há coisas que não se devem pedir, pelo menos a certas pessoas e em certas circunstâncias. Por isso nunca peço.


Si tienes un hondo penar
Piense en mí
Si tienes ganas de llorar
Piensa en mí

Ya ves que venero tu imagen divina
Tu párvula boca que siendo tan niña
Me enseño a pecar

Piensa en mi cuando sufras
Cuando llores también piensa en mí
Cuando quieras quitarme la vida
No la quiero para nada
Para nada me sirve sin ti

Piensa en mi cuando sufras
Cuando llores también piensa en mí
Cuando quieras quitarme la vida
No la quiero para nada
Para nada me sirve sin ti

(Piensa en Mi, Luz Casal)




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer