segunda-feira, abril 04, 2005

Enfim...paciencia

Por tudo

Outra noite igual a tantas outras...
ligo a televisão e prostro-me,
vegetando sobre a minha solitaria cama.
E penso em tudo o que devia fazer,
tudo o que devia saber,e não sei.
E eu não sei!
Por momentos deixo-me inundar
pela minha imaginação
e vejo-me a fazer essas coisas,
as que devia fazer e não faço,
as que devia saber e não sei.
É como se a minha alma transbordásse de mim,
e pairásse sobre a minha cabeça,
me guiásse, e me ensinásse...
As coisas que devia fazer e não faço,
as coisas que devia saber e não sei...
Fosse eu o meu anjo da guarda.
Como se eu pudésse ser melhor que eu próprio,
como se eu pudésse almejar a perfeição,
e essa entidade escondesse
o divino segredo do melhor que há em mim,
do tudo o que devia fazer e não faço.
E eu que, nunca descubri,
que nunca descubrirei, enlouquecerei...
Por tudo o que passou por mim e não vi,
por tudo o que devia saber e não sei.

.........................Nelson Gonçalves




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer