segunda-feira, abril 25, 2005

Sentidos opostos

Novo deserto

Alguém consegue dizer o que é poesia...
Afinal de contas não passa duma triste alegria,
palavras mortas duma frase que cativa
encontradas nas veias duma pessoa à deriva,
tão certa da sua razão que fica insegura,
que a transporta às estrelas e a leva à loucura.

E já agora o que será um poeta...
Será para sempre o eterno profeta,
que passa a vida a pregar no deserto,
sabendo que há um oásis ali tão perto.
Porém passa seus dias sedento de amor
e nos seus poemas dá de beber à dor.

Tanto sentimento numa palavra rimada,
que no fim do caminho nos leva a nada.
Afinal nunca se encontra o que se procura,
matar a ultima doença, tão velha e sem cura.
Pensar que chegámos a estar lá tão perto
E no fim voltamos atrás, de volta ao deserto.

............................Nelson Gonçalves




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer