quinta-feira, junho 29, 2006

Tentativa frustrada

Não saiu bem como eu queria. Enfim, não gosto como me saiu este texto, mas paciencia. De qualquer maneira fica aqui "escarrapachado".




Imagem dos Jardins Suspensos da Babilónia,
"desviada" sem consentimento de um site holandês.

Jardins nos céus de Amitis

Mandei construir uns jardins,
Como no mundo não há igual.
Pedi que tivessem jasmins
E tudo o que é planta tropical.

Teriam de lembrar nossa glória
Erigida por amores itensos.
Para fazerem parte da História
Impus que ficassem suspensos.

Teriam de possuir todo o amor,
Meus sentimentos por ti triunfantes.
Nunca seria suficiente uma flor
Para te lembrar tuas terras distantes.

Todas as guerras que travei
E as vidas que se perderam,
Nunca o teu nome eu usei,
Não foi por ti que morreram.

As terras, a perder de vista,
Que com sangue foram conquistadas…
Não vi como fui tão egoísta,
Não querias nossas mãos manchadas.

Finalmente vi que, na verdade,
Nada tinha a ver com guerra.
O que te corroía era a saudade
De voltar a ver a tua terra.

É para ti, e para mais ninguém.
Minha rainha, este jardim é só teu,
Toda a beleza que este jardim contém
É para que te sintas mais perto do céu.

Tua tristeza, minha eterna insónia.
Preciso pôr fim a esses momentos.
Para ti construo na nossa Babilónia
Estes magníficos Jardins Suspensos.

.................Nelson Gonçalves (29/06/2006)




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer