domingo, abril 02, 2006

O dia em que a cultura ficou condenada

Foi ontem, mas preferi não escrever nada sobre o assunto, para não pensarem que se tratava de alguma partida de 1 de Abril.

Fez ontem 10 anos que desapareceu.
Nas primeiras aparições que lhe vi na televisão ficava sempre a pensar "mas quem é este louco", ou "o homem passou-se". Era tão fora do normalizado pela sociedade e pela televisão da época, que quando o via parecia-me uma pessoa marginalizada do resto, por ser diferente, irrevente, por vezes polémico. E sem a valorização que todo o seu génio merecia.
Terá sido por influencia dos seus curtos recitais na televisão que me nasceu o gosto pela poesia.


Fez ontem 10 anos que a cultura portuguesa ficou ferida de morte.

Uma pequena homenagem a Mário Viegas... Pim!





0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer