segunda-feira, julho 03, 2006

Contra mares e marés


Imagem retirada de um poster árabe
que se encontra na internet.

Vínhamos de todos os lados e reuníamo-nos todos naquela zona, éramos milhares a perder de vista.
Vários eram os rochedos que povoavam aquele mar, enormes e plantados espaçadamente. Tão íngremes que se tornava impossível de lhes subir para cima, onde se podia avistar a existência de arvores, vegetação… outras espécies animais lá no alto.
E ali ficávamos, dentro daquele mar imenso, a lutar para não sermos engolidos pela fúria de ondas gigantescas, que nos atacavam em vagas que pareciam coordenadas umas com as outras, e também para que não fossemos atirados violentamente contra os rochedos. Era a única coisa que conseguíamos fazer.
Éramos todos cavalos alados… simplesmente não sabíamos voar.

Há com cada sonho mais estranho…




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer