quarta-feira, maio 31, 2006

Comédia à luz da noite



Cansaço

Já te disse que és maravilhosa?
Acho que sim.
Pelo menos no meu pensamento.
Mas pareces não ouvir.
As palavras que te digo
recusam-se deslocar no espaço
que faz fronteira entre nós.
Os beijos que te dou vezes sem conta
não saem de um mundo imaginário
onde foram re-inventados.
E sucumbem de tristeza,
afogam-se na solidão,
e desaparecem na imensidão
de um lugar que não existe.
Teu abraço, qual camisa de forças
que nunca me chega a prender,
que nunca me chega a tocar,
que com a sua ausencia
alimenta a loucura que extravasa
e transborda um sentimento
que se quer sempre puro.

Os sinais que apontam para ti,
que me digam que és tu...
não os vejo.
Não sei onde estou,
ou porque cá estou.
Não encontro coisa alguma
que me indique onde estás,
nem que caminhos escolher.
Estou cansado deste mundo
de falsas realidades e de fantasias.
De parar no tempo e do passar dos dias.
Farto de respirar e suspirar.
Farto de não saber a quem me entregar.
E farto de me sentir perdido.
Chama por mim, porque não te encontro.
Chama por mim... acho que estou pronto.

.................Nelson Gonçalves (30/05/2006)

Ouvir as mesmas musicas de sempre, cair nos mesmos erros e enganos de sempre. Criar sempre as mesmas ideias parvas na cabeça, quando já devia ter aprendido há tanto tempo. E resignar-me? Para quando?




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer