terça-feira, maio 02, 2006

Sem hora certa


Qualquer hora serve

Se qualquer hora é certa
para se começar a amar
Vem, tenho a porta aberta,
Vem-me arrebatar.

Não sei se é no sorriso
Ou no brilho de um olhar,
Não consigo ser preciso,
Sei que não tem lugar.

Não é em casa nem na rua,
Não é à chegada nem à partida,
Seja à luz do sol ou da lua,
Arrebata-me e entra na minha vida.

.............Nelson Gonçalves, 02/05/2006




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer