sexta-feira, dezembro 21, 2007

Don't bother trying to fix it...
it's broken by nature

O brilhante titulo que o autor deu a esta brilhante fotografia é:
"You don't die of a broken heart,
you only wish you did"

Não sobrevalorizes tanto o meu daltonismo, quando afinal tenho muitos mais e maiores defeitos.
Sim, sou daltónico. Mas também sou aracnofobico e como com os talheres trocados. Tenho muito jeito para números mas ainda tenho algumas dificuldades em conviver e pensar no valor das coisas em euros, sem pensar em escudos. Também tenho falta de vista, mas esperemos que pelo menos esse dure apenas mais dois ou três meses.
Sim, sou daltónico. Mas também não suporto comidas com molhos de tomate, nem maioneses, patés e muitos outros molhos. Aliás, se fôssemos a ver os chamados defeitos alimentares ficaríamos aqui muito tempo e se passássemos ao nível físico então teríamos uma lista interminável.

Sim, sou daltónico. Mas não vejo tudo a preto e branco… e sim, consigo distinguir as cores num semáforo.
Sim, sou daltónico… de que cor é essa blusa que tens vestida?
Não me faças isso, que sabes que me perco, que fico a imaginar no que está por baixo, nesse corpo maravilhoso que a natureza te deu. Afinal não passo de um mero humano repleto de defeitos, e a atracção que sinto por ti leva-me a parecer um tresloucado.

…o teu maior defeito?
Seres assim tão bela. Tão bela que me leva sempre a fazer um esforço para acertar as cores que me perguntas. Mesmo sabendo que a recompensa por uma resposta certa não é mais que um sorriso teu, um despir-te com os olhos e beijar-te na imaginação.




0 Comments:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer