sexta-feira, dezembro 05, 2008

Potencialidades reduzidas ao limite de x quando x tende para zero



Se há coisa que abomino é que me venham com as lérias do potencial: “Ah e tal, tens tanto potencial, bla, bla, bla, Wiskas saquetas, bla, bla, bla...”.

E abomino esse tipo de tangas porque detesto pensar que esse “potencial todo” existisse e tivesse sido desperdiçado em mim.




0 Comments:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer