sexta-feira, maio 22, 2009

Queimar os fusiveis finais

Bem, desta deve ser de vez.

Se não me voltarem a ver durante uns bons tempos - digamos qualquer coisa como meses, anos décadas... quem sabe até semanas - é fácil de explicar porquê.

Estou viciado. Sou oficialmente um viciado. E pior é que é com uma coisa ainda pior que a droga (segundo consta, porque não sei o que é isso de ser tóxico-dependente, mas vejo filmes) ou o sexo (isso então é que não sei mesmo o que é, nem com os filmes...).

Fui introduzido esta noite a uma coisa mais poderosa e maquiavelica do que os mencionados no paragrafo anterior. E aqui passei as ultimas horas - com um pequeno intervalo para ver o episódio do Fringe, na TV2, mas a sentir já o efeito da ressaca a trespassar-me a pele - e debater-me com o que poderia estar mal, onde poderia estar a calcular errado e o que me poderia estar a iludir os olhos. A estudar maneiras de dar a volta à situação, à procura de pontos de referencia que me facilitassem as decisões.

E agora, já depois de ter passado a meia-noite, lá consegui finalmente um pequeno descanso para vir aqui e vangloriar-me um pouco.

A razão deste texto tão comprido e sem aparente interesse nenhum?
Neste link, meus amigos (link, meus amigos).

Uma série de testes de precisão, com a correspondente média de acerto. O resultado final convém ser o mais baixo possível.

E deixo também a minha melhor pontuação até ao momento.


Parallelogram 4.5 4.1 1.4
Midpoint 0.0 1.0 3.2
Bisect angle 3.1 2.9 0.5
Triangle center 6.6 8.1 0.6
Circle center 1.0 2.2 3.2
Right angle 5.1 2.7 2.7
Convergence 2.2 2.2 3.6

Average error: 2.90 (lower is better)




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer