quarta-feira, setembro 06, 2006

Conversa com ninguém


- Sabes, gostava que as coisas fossem mais simples. Que não fosse tudo uma confusão tão grande.

- Pois... mas raramente acontece assim como as pessoas querem.

- Eu sei. Vejo isso desde sempre. Mas se houvesse o minimo de certeza sobre alguma coisa que fosse.. esta insegurança toda talvez não se fizesse notar tanto.

- Não te preocupes tanto com isso. Essa insegurança de que falas apenas te torna um pouco mais humano. Pode nem sempre ser positiva, mas humaniza-te muito.

- Queria acreditar que sim, mas não sei porquê não consigo. Sinto que apenas me torna as coisas ainda mais dificeis. E para me humanizar não preciso nada disso, não dizem que errar é humano? Bastante humanizado já eu estou...

- Sabes qual é o teu problema? É pensares demasiado.

- Mas julgas que me dás alguma novidade? Isso já eu sei há muito tempo. Só falta encontrar uma solução para isso.

- E o que pensas fazer para encontrar essa solução?

- Não sei, mas acho que vou começar por viver um bocado... ou “morrer tentando”, como dizem nos filmes.

- A vida real não tem nada a ver com os filmes....

- Talvez não, mas que soa bem, soa... mesmo que não consiga.




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer