segunda-feira, novembro 06, 2006

Pedaço de Terra


Era um desejo que acalentava há muito tempo, e que ainda não tinha tido oportunidade de tornar realidade: captar uma imagem mínimamente límpida da Lua, em todo o seu esplendor.
Essa maldita confidente das noites de solidão.
Essa magnífica conselheira dos momentos de confusão e incerteza.
Essa espectadora atenta aos fracassos, às quedas e ao repetido erguer nesta batalha que não se desiste de lutar e que se chama vida.
Para todos os efeitos, um pedaço de Terra, a fazer pensar que podemos sair por aí e ficar mais perto das estrelas... ilusões de dias demasiado compridos.

Para quem vive demasiadamente no mundo da Lua como eu, nada como um retrato que ajuda a sonhar com a possibilidade de virem a haver dias melhores.
Sonhos... nada como sonhos.




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer