terça-feira, julho 07, 2009

[Damelo ya]
viagem no tempo

Lembrei-me de alterar a musica que por aqui paira. Um bocado em sentido contrario em relação a como me tenho sentido ultimamente, em que tenho tido alguma dificuldade em retirar o positivo do que me rodeia. Não sei porquê, mas parece que pouco ou nada me anima, nestes ultimos tempos. As escolhas que faço são os mesmos subterfugios do costume, com a agravante de ficar a saber pouco depois que se calhar até deveria ter dito qualquer coisa, nem que fosse para ouvir um simples não... afinal de contas, nada de diferente do habitual.
Pelo menos o torneio de futebol de salão em que me meti, para matar saudades de outros tempos, tem corrido bem. A fazer lembrar esse poder que o futebol tinha sobre mim, de me fazer esquecer os problemas que me assolavam nessa altura. Não deixa de ser estranho que hoje em dia, essa alegria e esse poder de me fazer esquecer dos problemas seja bem mais efemero que antigamente, e no fim dos jogos, quando chego a casa a alegria parece que não durou mais que alguns segundos depois do apito final...


A musica que aqui coloco, desta vez, é diferente do habitual. Não sei se alguém que passe por aqui a conheça, trata-se de uma cantora andalusa nascida em 1978, de nome Pastora Soler e que em 1999 gravou um disco chamado Fuente de Luna, onde se podia encontrar este Damelo ya. É um som um bocado diferente do que habitualmente passa por aqui e que me faz lembrar o fim/inicio de século, em que as noites se prolongavam até se chegar à hora de fecho numa pista de dança com musica brasileira (nos tempos em que era boa), e tambem nos anos loucos da musica latina (com musicas do estilo de La luna y el toro, El tiburon, El venao e outras que tais). Outros tempos, outros sons, outros ritmos... outras formas de viver a noite (e o dia).

Aqui fica então o Damelo ya, com a respectiva letra.

Pastora Soler - Damelo ya



Ya sé que cuando el río va sonando
Dicen… que agüita lleva
Si es buena, dámela, dámela, dámela ya
Que me la beba (bis)
Ya ves, que por ti vivo colaíta
Como una loca
Si es bueno, dámelo, dámelo, dámelo ya
Besa mi boca (bis)
Ay.. ay, ay
Ay, que puntito tiene la noche
Cosas buenas tiene Hasan
En los jardines de palacio (bis)
Ay, que puntito tiene la noche
Ya sé, que vienes fresca y que tú la guardas
Como un tesoro
Si es buena, dámela, dámela, dámela ya
Que prueben un poco (bis)
No ves, que el tiempo vuela y se va la luna
Si me roneas
Si es buena, dámelo, dámelo, dámelo ya
Que me mareas (bis)
Ay… ay, ay
Ay que puntito tiene la noche
Cosas buenas tiene Hasan
En los jardines de palacio…(bis)

(Damelo ya, Pastora Soler)

Etiquetas:





0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer