segunda-feira, outubro 10, 2011

Em congruências



Um homem aborda uma mulher na rua e pergunta:
- Desculpa perguntar, mas estás grávida, não estás?


Ela, sem lhe dar tempo de resposta, pega na sombrinha e desanca-o de cima abaixo com mais de uma dezena de golpe no espaço de meio segundo, para no fim exclamar:
- Toma, bandido, para não me chamares gorda!


Enquanto ele rebola pelo chão em busca dos três dentes que ainda não conseguiu reunir na palma da mão, diz com a voz meio trémula:
- Mas… eu não queria dizer que estás gorda. Ia apenas referir o brilho de felicidade que tens no olhar, normalmente atribuído às mulheres felizes com a sua gravidez…


Ela vira-lhe as costas e responde, de forma taxativa e imperial enquanto se afasta dele:
- Pfff! Estou de mês e meio e muito feliz por isso, está bem? E são gémeos!




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer