segunda-feira, agosto 27, 2007

Cromos, auto-colantes... cadernetas inteiras


Não sou mais que um tresloucado? Não passa uma unica noite em que não pense nisso, antes de me deitar, quer tu tenhas estado presente nos meus sonhos ou não.
Não há uma unica noite que não te veja e mesmo assim não te encontro... assim torna-se dificil saber se és tu quem me deixa ensandecido ou se serei só eu que me deixo levar por tudo o que me é transcendente.
Há dias em que em sinto superior a isso tudo e a tua ausencia não custa tanto.
Outros há em que me deixo ser como sou: simples mortal enlouquecido que se entrega aos teus braços sem luta... apesar da tua ausencia.




0 Comments:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



referer referrer referers referrers http_referer